Postado em 06/08/2018 - Educação
Programa Todos Contra o Bullying é lançado em Cidade Ocidental

Inédito no Brasil, o programa quer combater o problema nas escolas municipais com auxílio de professores e pais

 

FELIPE CHIAVEGATTO

AssCom

 

O município de Cidade Ocidental será o pioneiro na institucionalização do combate ao bullying. O Poder Judiciário, através do juiz da Vara da Criança e Juventude, André Nacagami, teve a ideia do programa há três anos atrás. A iniciativa, porém, não encontrou terreno fértil nas gestões anteriores.

Contrariando as projeções, o Governo de Cidade Ocidental lançou no dia 6 de agosto, o Programa de Combate à Intimidação Sistêmica, intitulado Todos Contra o Bullying. Para o juiz Nacagami, esta ação é uma conquista para a população. “Fico feliz que Cidade Ocidental dê prioridade a este projeto”, comemorou.

De acordo com uma pesquisa conduzida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), de cada dez estudantes brasileiros, quatro já foram vítimas de violência física ou verbal nas escolas públicas brasileiras. Em 65% dos casos o agressor é um colega de sala.

Os professores da rede municipal de ensino também serão envolvidos no programa e se mostraram satisfeitos com a iniciativa. De acordo com o juiz, cada escola terá um núcleo do programa, conduzido pelo corpo pedagógico com o apoio do Poder Judiciário. “Na escola o professor tem o poder de criar regras. Deve haver uma mudança de cultura, como, por exemplo, parar de premiar qualidades físicas em contraponto a atitudes positivas, como solidariedade e respeito ao próximo”, diz o juiz.

As reuniões para a implementação do programa estão sendo realizadas entre juristas, professores e representantes do Poder Executivo. Os professores, porém, alertam que há a necessidade da atuação conjunta dos pais, que podem identificar mudanças de comportamento nos filhos. “Normalmente esse aluno demonstra alguns traços, como o desrespeito à hierarquia da escola e a prática de violência já dentro de casa, contra os irmãos mais novos, por exemplo”, diz Nacagami.

O Poder Executivo abraçou a ideia e se mostra empolgado com a possibilidade de Cidade Ocidental ser o município pioneiro neste sentido. “Nossa cidade por mudar a história sendo a primeira a testar esse programa, que tem tudo para ser um sucesso”, afirmou o prefeito Fábio Corrêa